Translate

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

"No meio do caminho havia uma pedra"



"No meio do caminho havia uma pedra". Uma das lideranças indígenas mais sensíveis do nosso tempo, Ailton Krenak fala sobre a tragédia ambiental que vitimou o Rio Doce, que os índios tratam como divindade, a quem chamam de "Uatu". Krenak se choca com a arrogância dos homens que se apressam em decretar a morte de Uatu. "A Vale tem de limpar a calha do rio que ela encheu de rejeitos. Ela não tem as maquinas que destruíram as montanhas? Que as use agora para consertar a tragédia que criou." Krenak é a pedra no caminho da Vale.Veja a entrevista de Laura Capriglione, na edição emocionante de Luiza Fagá, especial para os #JornalistasLivres
Publicado por Jornalistas Livres em Sexta, 29 de janeiro de 2016

Marcadores